O sonho de 44% dos brasileiros é empreender, largar o emprego e ser dono do próprio negócio.

O dado foi levantado por uma pesquisa realizada, em 2012, pela Global Entrepreneurship Monitor (GEM). Contudo, dentro desse número, muita gente não deu o primeiro passo por ter medo de empreender e arriscar suas economias em um negócio que pode ou não dar certo.

Esse medo é compreensível e saudável até certo ponto, já que o empreendedor pesquisará bastante e pensará várias vezes antes de aplicar o seu dinheiro. Porém, esse sentimento deixa de ser saudável quando o trava e o impede de caminhar e apostar em suas ideias.

Separamos cinco estratégias práticas e poderosas que o ajudarão a superar esse receio e o convencerão a dar os seus primeiros passos rumo ao negócio próprio.

1. Faça um planejamento

Para perder o receio, o primeiro passo é realizar um planejamento a fim de diminuir as chances de fracasso do empreendimento. Veja qual é o capital disponível para investir e, com base nisso, qual o modelo mais indicado para colocar a sua ideia em prática.

Você poderá criar o negócio do zero ou, então, investir em uma franquia, que possui taxa de mortalidade menor que o negócio tradicional. Pesquise bastante sobre a área em que deseja atuar e os custos necessários para implementar a sua ideia.

2. Invista em uma área de que você goste

Trabalhar em uma área de que você goste e, de preferência, fazendo algo que lhe dê satisfação aumentará as chances de sucesso, principalmente ao lidar com desafios e obstáculos.

Faça uma lista de áreas em que você gostaria de atuar, baseando-se no seu grau de afinidade, e escolha a partir dos resultados dessa lista.

3. Foque os seus objetivos e não os desafios

Qual é o objetivo em empreender? Garantir uma vida mais confortável para você e sua família? Construir um patrimônio para os seus filhos? Comprar uma casa maior? É preciso estar com os objetivos em mente para poder superar os desafios com mais tranquilidade.

Lembre-se de que empreender não é fácil e, em qualquer área de atuação, aparecerão desafios e obstáculos que deverão ser superados para o sucesso ser atingido.

4. Acredite em si mesmo

Mesmo que pareça clichê e frase de para-choque de caminhão, a autoconfiança é essencial para perder o medo de empreender. O empreendedor tem que acreditar em suas capacidades e em sua ideia de negócio para dar os primeiros passos.

Se você não acreditar em si mesmo ou na ideia de administrar a própria empresa, será impossível obter resultados positivos com o empreendimento.

5. Dê um passo de cada vez

Para perder o medo, dê um passo de cada vez. Comece pequeno, almejando poucos clientes, e tente oferecer o melhor atendimento e o produto/serviço de melhor qualidade que puder.

Dedique-se e não espere resultados imediatos. Suas ações devem ser baseadas em metas diárias, tangíveis, e que deverão ser concluídas um dia de cada vez.

Perder o medo de empreender é o primeiro passo para criar o próprio negócio. Por mais que a ansiedade e o receio sejam grandes, lembre-se de que é possível diminuir os riscos e aumentar as chances de sucesso com uma boa gestão e os pés no chão.

Caso você esteja nessa situação, curta a nossa página no Facebook e fique por dentro de nossos artigos e posts sobre empreendedorismo!