A gestão eficiente das informações é fundamental para que franqueadora e franqueados consigam vantagem competitiva nesse mercado cada vez mais concorrido. Nesse sentido, os indicadores de resultados de uma franquia ajudam a organizar e analisar dados importantes do negócio.

Por meio deles, é possível controlar o cumprimento de metas, mensurar a percepção da qualidade dos produtos e serviços oferecidos e, ainda, avaliar o nível de produtividade de cada franqueado.

Mas, por onde começar? A grande dificuldade é, exatamente, definir quais são os melhores indicadores para cada franquia e como analisá-los e transformá-los em estratégias para a rede.

Siga a leitura deste post e confira os principais indicadores e como eles podem ajudar a melhorar o desempenho da sua franquia. Vamos lá?

1. Indicadores das unidades

O primeiro — e importante — passo é mantê-los sempre atualizados. Os indicadores de cada unidade ajudarão a gestão da rede como um todo.

Os consultores de campo são os profissionais que colhem informações diretamente na fonte. Quanto mais precisos e qualitativos forem esses dados, mais facilmente os consultores poderão transformar problemas em desafios. Dessa forma, cada análise vira um aprendizado e uma possibilidade de progresso para todos os franqueados.

Confira alguns indicadores de unidades importantes:

  • pesquisa de satisfação da unidade;
  • satisfação dos funcionários;
  • faturamento mensal;
  • gastos e custos;
  • lucratividade.

2. Indicadores de serviços e produtos

Com informações — como qual serviço ou produto vende mais, gera o maior lucro e tem melhor rentabilidade , o franqueado poderá redirecionar o negócio, atualizando opções de oferta e investindo de maneira adequada em um plano de marketing.

Para que essa análise seja realmente efetiva, é necessário catalogar os dados dos períodos anteriores. A partir deles, será possível realizar comparações e identificar problemas ou, até mesmo, avanços na franquia.

Os indicadores de serviços e produtos podem ser:

  • margem de lucro;
  • ticket médio;
  • vendas por produto.

3. Indicadores de vendas

Por meio de uma análise de indicadores de vendas,é possível saber se a sua franquia busca o público certo ou se precisa fazer mais promoções, por exemplo.

Esse indicador mostra a eficácia das vendas nas unidades. Para comércio, geralmente, se analisa o número de clientes que estiveram na loja ou no site e o índice de vendas. Já para uma franquia de serviços, são feitas comparações entre o número de propostas enviadas e negócios fechados.

Alguns indicadores são específicos para essas finalidades:

  • total de propostas enviadas;
  • número de negócios fechados;
  • produtos em estoque;
  • compras do mês;
  • vendas do mês;
  • tempo médio investido por cliente ou proposta.

4. Indicadores da rede

Os indicadores da rede permitem que o franqueado acompanhe o suporte à rede. É possível, por exemplo, ver se houve aumento no número de treinamento e se isso surtiu efeito nas vendas das unidades.

Para isso, são adotados alguns indicadores específicos:

  • número de treinamentos e consultoria oferecidos pela franqueadora;
  • número de pedidos de suporte;
  • manuais atualizados;
  • reclamações da franquia.

Com esses dados cruzados e analisados, tanto a franqueadora quanto as unidades poderão avaliar os erros e acertos e restruturar processos quando necessário.

Agora que você já sabe qual a importância dos indicadores de resultados de uma franquia, siga-nos nas redes sociais e fique por dentro de outras dicas. Estamos no Facebook e no Youtube!