Abrir um negócio próprio é o sonho de muita gente! E seria animador investir em algo cujos custos com campanhas de marketing, divulgação da marca e criação de produtos estão visivelmente reduzidos, não é mesmo? É justamente esse tipo de praticidade que faz centenas de empreendedores optarem por uma franquia!

Com crescimento elevado e acelerado ao longo dos últimos anos, investir em franquias é uma das grandes tendências para 2017.

Por isso, neste post serão dadas dicas sobre como reconhecer se uma franquia é confiável ou não. E você saberá tudo isso antes de investir o seu tempo e o seu dinheiro! Continue lendo!

Identifique tendências

Se você quer abrir uma franquia é importante que, primeiramente, identifique quais são as principais tendências do mercado para investir corretamente. Por mais que um negócio seja evidentemente interessante, de nada adiantará aplicar seus recursos se o retorno não for tão evidente também, não é mesmo?

E qual é a melhor opção para quem quer fugir de tempos difíceis? Após um período de crise financeira e, consequente, instabilidade nacional, optar por negócios com alta procura é a melhor saída. Portanto, mantenha-se de olhos abertos!

Pesquise ao máximo por informações sobre a rede

Ao identificar uma tendência e uma oportunidade de investimento, é de vital importância que você pesquise sobre tudo o que envolve ou influencia essa rede.

Quais são os principais públicos dessa franquia? Você já teve algum tipo de experiência pessoal com ela? A rede cresceu nos últimos anos? Qual produto é considerado o carro-chefe do negócio e qual a avaliação dos consumidores sobre ele?

Quanto mais você souber, melhor!

Converse com outros franqueados

Existem franqueados da rede na sua região? Se sim, que tal fazer uma visita para convidar o responsável para tomar um café?

Um bate-papo com alguém que já assumiu o risco de investir na franquia poderá clarear sua visão sobre o empreendimento como um todo.

Não deixe de perguntar quais são as melhores e piores impressões da rede no ponto de vista de outra pessoa.

Questione também as políticas postas em prática pelo franqueado e esclareça todas as dúvidas que surgirem.

Entenda o funcionamento do suporte ao franqueado

Partindo para a parte mais burocrática, entender exatamente qual será o tipo de relação com o franqueado diminuirá muitas das dores de cabeça no futuro.

Por isso, jamais feche um negócio enquanto tiver dúvidas a serem esclarecidas.

Ao trabalhar com uma franquia, é possível seguir códigos de padronização, então, estar atento a esses detalhes norteará o sucesso do empreendimento.

Verifique o custo-benefício do negócio

Por fim, uma das mais importantes dicas: avalie a relação custo-benefício antes de investir.

Qual o valor será aplicado para a compra da franquia? Qual a expectativa do retorno? Colocar esses valores numa balança é a melhor forma de decidir se realmente vale a pena investir!

Concluídas essas etapas, é hora de prestar atenção para não errar na hora de tirar o projeto do papel. Portanto, veja os 5 erros para evitar ao abrir uma franquia e fuja deles!